Por Bruno Leonel

O Teatro Zaqueu de Melo (Avenida Rio de Janeiro, 413, centro) recebe, nesta sexta e sábado (9 e 10), às 20 horas, a peça “Fim de Partida”, da Cia Teatro Kaos. Com dramaturgia, concepção e direção de Edward Fão, a peça é uma adaptação da obra do dramaturgo irlandês Samuel Beckett. O drama existencialista do ser humano fadado a uma morte que nunca chega é o tema do espetáculo.

Zaqueu de Melo recebe a peça “Fim de Partida”
Personagens atuam em um cenário hospitalar, simulando uma situação de grande dor e sofrimento – Foto: Divulgação

Os ingressos serão vendidos no local, a R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia). Com um visual carregado, e um aspecto visual bastante agressivo, na peça o drama surge antes da dramaturgia; A imagem de um homem a beira da morte numa sala hospitalar de tratamento intensivo (UTI.) assistido por espectadores/médicos (responsáveis em evitar que ele deixe de sofrer física e existencialmente), foi o ponto de partida para a criação da montagem final. Segundo Edward, dois autores eram alvo de interesse: Fernando Arrabal e Samuel Beckett – Cuja peça ‘End Game’ usa uma estrutura com poucos personagens, e que influenciou a peça ‘Fim de Partida’ – As duas peças também, possuem uma maneira lúdica em estruturar suas criações, seus mundos oníricos possuem certo chamamento à imortalidade. “O texto foi escrito em 2001, de lá para cá foram feitas várias montagens da peça. Inicialmente ele foi concebido para um mestrado de estudos de teatro em Lisboa. A peça do Beckett é cômica, as personagens são estranhas… Na nossa, eliminamos as personagens, tiramos os diálogos e deixamos o texto literário (O texto original tem mais de 500 falas, nós ficamos com apenas 80 dessas) como um monólogo mesmo”, comenta o diretor e autor Edward. “O tema principal dessa peça é a impossibilidade de acabar e a partir dessa etapa começaria a construir a criação da dramaturgia desse outro ‘Fim de Partida’, já não mais de Beckett”, acrescentou o diretor em conversa com o Rubrosom.

Zaqueu de Melo recebe a peça “Fim de Partida”
Nelson Moraes, Edward Fão (Diretor) e Aimee Neuman; Membros do Teatro Kaos – Foto: Bruno Leonel/RubroSom

Sobre a Cia – O teatro kaos foi criado em 1988, em Santa Catarina, onde participou intensamente de festivais de teatro regionais, estaduais e nacionais, durante seis anos. Neste período o grupo foi elemento atuante no movimento amador do teatro nacional, esteve envolvido nas direções da Federação Catarinense de Teatro e da Confederação Nacional de Teatro.

De 1996 a 2010 a Cia desenvolveu, em Portugal, um projeto dirigido à formação de atores e fomentação de ações voltadas à criação de novos públicos. Em 2010 o Teatro Kaos retornou ao Brasil e se estabeleceu em Londrina, onde tem desenvolvido ações de formação e produção, em parceria com a Vila Usina Cultural.

(Com informações da assessoria de imprensa)


SERVIÇO
Espetáculo ‘Fim de Partida’
Dias:
Sexta (09) e Sábado (10)
Local:
Teatro Zaqueu de Melo (Avenida Rio de Janeiro, 413, centro)
Horário:
20h
Preço:
R$10 (Antecipado) R$ 20 (no dia)