Por Bruno Leonel

E no penúltimo domingo de agosto (mesmo dia de encerramento das olimpíadas do Rio, um 21 de agosto) o dia foi de música na Vila Cultural de Comunicação Popular, no conjunto Saltinho, na região sul de Londrina. Dando continuidade a eventos mensais, o espaço realizou um grande evento, voltamos principalmente a moradores da região, onde mais de 10 artistas de música sertaneja (Entre duplas, trios e participações especiais) se apresentaram. Durante o evento, foi servido também um almoço ao público e até foram realizadas outras atividades, como um bingo com pequenas premiações. O evento começou por volta das 11h30, com entrada gratuita para os participantes.

Mais de dez artistas diferentes relembraram clássicos da música sertaneja no último domingo (21) - Foto: Bruno Leonel/RubroSom.
Mais de dez artistas diferentes relembraram clássicos da música sertaneja no último domingo (21) – Foto: Bruno Leonel/RubroSom.

Famílias, casais e curiosos de várias idades compareceram à vila cultural para prestigiar o melhor da música sertaneja de raíz – Teve de tudo, passando por pérolas como Menino da Porteira, Chorei de Saudade e muito mais. “No nosso trabalho a gente toca principalmente música sertaneja, música pra bailão, tocamos muito na região de Astorga. O povo gosta muito das canções clássicas, nos eventos, geralmente no fim tocamos algo dos anos 60, Roberto Carlos… Tudo o que o pessoal pede na hora, tem muita música que marca as lembranças do povo, mas o sertanejo é mais nosso foco (Chico Rey, Milionário e José Rico… etc)”, contou ao RubroSom o músico Sebastião Gregório que se apresentou com o grupo ‘Memories’ ao lado dos companheiros Marino e ‘Zé do Laço’ no evento do domingo.

RAIZ - EVENTO COM MÚSICA SERTANEJA MOVIMENTA REGIÃO SUL
O evento teve início por volta das 11h30 e reuniu diversos moradores da região, além de outros bairros da cidade – Foto: Bruno Leonel/RubroSom.

Além de eventos pontuais, a vila desenvolve atividades paralelas como cursos de dança e música durante todos os outros dias da semana. O local conta com o apoio do Programa Municipal de Incentivo á Cultura (Promic). Eventos em datas comemorativas têm se tornado habituais na programação do local. “Ano passado fizemos uma roda de viola feminina, também na mesma semana e neste ano é o primeiro evento do tipo que fazemos” conta Maria Inês Gomes, Presidente da Associação de democratização da comunicação, que é mantenedora da vila cultural. “Esses eventos são todos os meses, além da música temos atividades diferentes, para as famílias dos músicos também, sempre há uma novidade, para que o pessoal volte nos próximos também. Em média comparecem entre 50 e 60 pessoas em todos os eventos… Em julho tivemos um baile com atrações gaúchas, e a ideia é sempre tornar a música acessível para o pessoal da região” contou Maria Inês Gomes, Presidente da Associação de democratização da comunicação, que é mantenedora da vila cultural. “Sempre que estamos disponíveis, a gente toca aqui na Região Sul, tocamos muito pra fora mas, em eventos assim, com preço acessível para todo mundo é sempre bom de participar… Reencontramos sempre amigos e é muito bom. Nós estamos gravando um disco atualmente (com o nome de trio GTM), quando estamos em estúdio ficamos mais na cidade, sem viajar. A previsão é sair no próximo ano, serão sete composições e mais cinco regravações… “conta o músico Zé do Laço (o ‘Texano”) sobre o lado autoral do trabalho.

Mais de dez artistas diferentes relembraram clássicos da música sertaneja, entre eles o grupo 'memories' - Foto: Bruno Leonel/RubroSom.
Mais de dez artistas diferentes relembraram clássicos da música sertaneja, entre eles o grupo ‘memories’ – Foto: Bruno Leonel/RubroSom.

Atualmente realiza também oficinas para formar um grupo de comunicação popular voltada para atividades do espaço. Próximas reuniões acontecem no próximo mês. A página da vila cultural sempre disponibiliza a programação dos eventos.