Por Bruno Leonel

Será apresentada nesta quarta e quinta (04,05), no Centro Cultural Sesi/AML em Londrina o espetáculo intitulado ‘Desalinho’ cuja trama é inspirada no lirismo dos poetas portugueses, Florbela Espanca e Fernando Pessoa. A trama encenada por atores de fora da cidade, gira em torno da história de amor possível e impossível entre dois irmãos. Com um argumento repleto de lirismo, permeando um romance fadado à tragédia, a história tem certa relação com a vida pessoal da poetisa Florbela Espanca.

Desalinho conta a história de amor possível e impossível entre dois irmãos - Foto: Divulgação.
Desalinho conta a história de amor possível e impossível entre dois irmãos – Foto: Divulgação.

Em vida, a escritora teria tido uma suposta paixão por um irmão de sangue (Incestuosa portanto)  – A dramaturgia é assinada por Marcia Zanelatto e a direção fica a cargo de Isaac Bernat. ‘Desalinho’, que estreiou inicialmente no Rio de Janeiro, se destacou na programação da cidade, além de ter ótima receptividade de crítica e público. A produção foi indicada ao Prêmio CESAGRANRIO de teatro em duas categorias: Melhor Texto Nacional Inédito, para Marcia Zanelatto Melhor Atriz, para Carolina Ferman. O elenco da peça conta ainda com o ator Gabriel Vaz, que também atua como vocalista da banda Baleia.

A fama de transgressora de Florbela (foto), por ter desafiado os preceitos da sociedade – casou-se três vezes e frequentava a boemia – para muitos, fez com que sua imagem fosse associada á de 'precursora' de questões como o feminismo e luta por igualdade de direitos.
A fama de transgressora de Florbela (foto), por ter desafiado os preceitos da sociedade – casou-se três vezes e frequentava a boemia – para muitos, fez com que sua imagem fosse associada á de ‘precursora’ de questões como o feminismo e luta por igualdade de direitos.

Sobre os autores

Marcia Zanelatto está em cartaz no Rio com a peça musical “Deixa Clarear”. É criadora e roteirista da série “República do Peru”, em pré-produção. Escreve os programas “Paixão Bandida” e “Órfãos da Violência” para o canal GNT. Escreveu com Domingos Oliveira o longametragem “Juventude”, Kikito de Melhor Roteiro e a peça “Largando o Escritório”, Shell Melhor Texto. Recebeu prêmios pelas peças “Eles não usam tênis naique” (Instituto Ford) e “Tempo de Solidão”(Seleção Brasil em Cena). Leciona na Escola de Cinema Darcy Ribeiro e na CAL. É uma das autoras da antologia bilíngue Teatro Brasileiro Contemporâneo, lançada pelo Ministério das Relações Exteriores.

Sobre o diretor: Isaac Bernat é ator e diretor. Indicado ao Prêmio APTR 2014 Como Ator Coadjuvante por “Incêndios”. Atuou recentemente em “Jantando com Isabel” de Furio Lonza; “A Falecida” de Nelson Rodrigues, direção de João Fonseca e no monólogo “Língua Solta” de Miriam Halfim. Diretor do espetáculo “Deixa Clarear”, de Marcia Zanelatto e do aclamado “Calango Deu – Os Causos de Dona Zaninha”.


Serviço

Peça Desalinho
Quarta (04) e quinta-feira (05), às 20 horas
Centro Cultural Sesi/AML (Rua Treze de Maio, 160 – Em frente à Concha Acústica)
Quanto – R$ 20 e R$ 10 (meia entrada para estudantes, professores, aposentados, idosos, etc…)
Pontos de Venda – www.diskingressos.com.br Pátio San Miguel e Óticas Diniz