Por Bruno Leonel

Neste domingo, 11 de setembro, a partir das 14hs na Vila Cultural AlmA Brasil (Rua Mar del Plata, 93/ Vila Brasil / Linha 2o0 do busão/ ao lado do forró dos idosos) o MARL (Movimento dos Artistas de Rua de Londrina) realiza a Festa da OKupa com programação cultural agitada. Entre as atrações musicais confirmadas estão: o grupo de Boi Estrela da Vila, Pisada da Jurema, Fugitivos da Cuíca, Bernardo Pellegrini e o Bando do Cão sem Dono, Serumbando e Caburé Canela. A entrada é de R$ 5 até 18hs, e depois desse horário o valor sobe para R$ 10! Venha cedo, mas de qualquer jeito venha quando puder! A festa vai até as 22hs!
14207592_592494350921382_5411340214963691411_o

A festa tem o intuito de angariar fundos para o financiamento colaborativo da Okupação do MARL, que desde 27 de junho okupa pacificamente e poeticamente o barracão localizado na Duque de Caxias, 3241. O objetivo do financiamento é viabilizar adequações no espaço referido, constituindo assim um ‘cantinho’ cultural popular, público e libertário na cidade de Londrina.

Okupa MARL e Campanha de Financiamento colaborativo

A campanha das adequações do barracão do MARL traz 12 diferentes possibilidades de contribuir. Com valores entre R$20,00 e R$5 mil, a campanha vai durar 34 dias e é constituída de três “metas”. A primeira delas busca arrecadar R$20 mil e vai custear a reforma estrutural do prédio, os banheiros, portas e janelas, além dos itens de segurança.

Com essa meta garantida, o MARL vai buscar mais $5 mil, que é o valor necessário para adequar o telhado do barracão. Por fim, com essa segunda meta alcançada, o MARL vai buscar o terceiro e último de seus objetivos, mais R5 mil. Totalizando R$30 mil, o Movimento vai adquirir móveis de escritório, e alguma estrutura de som e iluminação para o espaço. “O mais importante, sobre a campanha, é que ela é baseada no ‘tudo ou nada’, isso quer dizer que se não batermos a meta em sua totalidade, nós não levamos o dinheiro. Se ao final da campanha, nós arrecadarmos 19 mil reais, e não os 20, o dinheiro é devolvido aos participantes e a reforma não acontece”, explica Rogério Costa, um dos integrantes do MARL. “Por isso a nossa preocupação em dividir as metas em etapas, pra nós é imprescindível realizar pelo menos a reforma estrutural e garantir que a gente possa abrir as portas desse espaço cultural que nós tanto sonhamos em fazer funcionar”, completa.

Recompensas da cidade

Quando contribui com um dos 12 valores estipulados para a campanha, o colaborador recebe “recompensas” do MARL. Assim, entrando no site e contribuindo com R$50,00, por exemplo, o colaborador recebe em troca da sua contribuição um kit especial com bottons, zines, e objetos artesanais. Os valores variam e, com eles, variam também as recompensas. “A gente conseguiu reunir muitos parceiros para essa campanha. São músicos, artesão, grupos de teatro, artistas plásticos, escritores, muitas pessoas do movimento cultural londrinense que doaram objetos de sua autoria e de seu acervo para costruir a ‘lojinha do MARL’ e garantir as recompensas da nossa campanha”, conta Rogério.
Rede Brasileira de Teatro de Rua
Uma das maiores preocupações do Movimento é garantir que as adequações sejam realizadas ainda esse ano, até o final de novembro. O motivo principal é o XIX Encontro da Rede Brasileira de Teatro de Rua e Rede Paranaense de Teatro de Rua, que acontecem em dezembro (1 a 11 de dezembro), em Londrina e tem o MARL como anfitrião.
Como Contribuir

Para contribuir com a reforma do MARL, basta acessar o link https://benfeitoria.com/ okupamarl e escolher um valor entre R$20,00 e R$5 mil para contribuir. A plataforma permite mais de uma doação por pessoa e também é possível realizar contribuições como Pessoa Jurídica. A página reúne as informações sobre o projeto, o MARL e o barracão a ser reformado e, além delas, outras informações também podem ser encontradas em londrina.