Por Bruno Leonel

Aproveitando sua passagem recente por Londrina – Quando se apresentou na última quinta-feira (3) durante a Serie Palcos Musicais – O pianista brasileiro, de origem romena, Cristian Budu realizou também na última sexta uma apresentação ‘extra’ na cidade, em um clima mais intimista, dentro de uma residência na região central.

Londrina – Projeto leva música clássica para as casas
Cristian durante apresentação da serie Palcos Musicais na última Quinta-feira (3) – Foto: Saulo Ohara

A apresentação é parte do projeto Pianosofia feito pelo músico há alguns anos,  que consiste em levar música clássica à residências, se apresentando em espaços como salas ou quartos, permitindo assim um clima mais intimista e próximo das pessoas. O projeto valoriza formações de câmara com piano, na intenção de “acordar” os pianos que estão “mudos” nas casas das pessoas, e logo de início ganhou o importante apoio da Sociedade Cultura Artística.

A experiência foi influenciada por um projeto semelhante, que o músico viu nos Estados Unidos. “Em Boston tive a sorte de conhecer músicos extraordinários e, a gente se reunia na minha casa, festejando a música e convivendo com as pessoas, era uma experiência sensacional de poder justamente se comunicar com a música clássica tão próximo das pessoas… Decidi criar um próprio assim no Brasil, alguns fatores são muito diferentes aqui no país, então, tinha já uma ideia de focar nos pianos, que são móveis nas casas das pessoas, tem pianos mais não tocam… E também fazer música de câmara, que é tocar com outras pessoas, uma formação que é incomum ainda no Brasil, e que, tem muito o que desenvolver”, contou Cristian à reportagem do Rubrosom.

Em Londrina, a apresentação ocorreu em um clima ‘caseiro’ em uma residência na Rua Professor João Cândido, no centro, segundo Cristian, em ambientes como nas casas, o repertório é pensado de modo a casar melhor com o clima do espaço. “Sim, a primeira coisa é se aproximar das pessoas, a gente tenta escolher um repertório mais acessível, pra quem não conhece, mas claro… A linguagem é universal e, a partir do momento que você se envolve tocando, as pessoas acabam ouvindo e se envolvendo, a ideia é democratizar a música nesse sentido, e mostrar que não é um bicho de sete cabeças, a mensagem é universal… ” contou o músico em entrevista ao Rubrosom.

Cristian Budu se apresentou em Londrina acompanhado do músico Rafael Cesário durante o projeto Pianosofia - Foto: Divulgação
Cristian Budu se apresentou em Londrina acompanhado do músico Rafael Cesário durante o projeto Pianosofia – Foto: Divulgação

O Músico – Cristian Budu, brasileiro de origem romena, desenvolveu uma carreira intensa como solista e camerista, apresentando-se na América do Sul, Europa, Estados Unidos e Israel.  Desde muito jovem, Cristian alcançou os primeiros lugares em diversos concursos nacionais, como o Concurso Nelson Freire e o Programa Prelúdio da TV Cultura. O CD do músico lançado na Suíça, com obras de Chopin e Beethoven, ganhou a “Editor’s Choice” da revista Gramophone, no Reino Unido – a revista mais importante no mundo da música clássica.

Na serie 'Palcos Musicais' Cristian foi o primeiro solista a se apresentar no Teatro Mãe de Deus em Londrina - Foto: Saulo Ohara
Na serie ‘Palcos Musicais’ Cristian foi o primeiro solista a se apresentar no Teatro Mãe de Deus em Londrina – Foto: Saulo Ohara

Aos 25 anos de idade, em 2013, Cristian tornou-se o primeiro brasileiro a vencer o Grande Prêmio, mais 2 prêmios extras, incluindo o prêmio do público, do Concurso Internacional Clara Haskil, na Suíça, um dos mais importantes e prestigiado. “É um concurso com um pensamento um pouco diferente de outros, porque, ele valoriza aspectos menos ‘circenses’, mas ele tenta ver a performance do pianista em mais profundidade, a coisa de passar a mensagem, ter imaginação e uma concepção musical mais profunda… Foi uma surpresa porque me considero muito jovem, mas, isso no fundo, o caminho é infinito, então, o estudo também e, cada vez, mais devemos nos aprofundar e comunica-la, pois isso é uma missão, não é nunca um troféu (Risos)…”, contou o músico. Sobre a força e a longevidade da música clássica, Cristian é categórico, tem muito a ver com as sensações que a mesma provocam. “Eu acho que, a pessoa que toma tempo para ouvir e entrar nesse mundo, tem uma recompensa muito maior do que as pessoas imaginam, é uma transformação na vida, você se descobre em outros aspectos, você descobre que tem mais sensações, mais sentimentos e ideias para pensar… através dessas obras, é como um livro de literatura, grande, pesado para ler, mas as pessoas lêem porque isso fala do ser humano, de um jeito quase atemporal, quem descobre isso, não tem como parar depois… Quanto mais as pessoas puderem se dedicar a isso, a recompensa é geral, a música pode salvar as pessoas, e os problemas, se tivéssemos mais música hoje, todos os problemas seriam mais fáceis de resolver…”, conta Budu.


Informações – A Temporada da Série Palcos Musicais 2016 é organizada pela Artis Colégium e possui patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), Unimed e John Deere/Horizon. Conta com o apoio da Rádio UEL FM, CBN, SESI, Hotel Crystal, Londrina Convention, Brasiliano e Livraria da Silvia.