Por Bruno Leonel

Seguindo com a programação do Ciclo ‘Oriente Médio’ de cinema, a Vila Cultural Kinoarte exibe nesta terça-feira (19) o filme palestino “O que me resta do tempo”(2009), do diretor Elia Suleiman. É o terceiro de uma serie de quatro filmes semanais, sempre com foco em países como Israel, Irã e Turquia. A entrada é gratuita.

ator tempo
Elia Suleiman (Foto) Dirigiu e atuou no filme – Foto: Divulgação

Como já ocorre desde fevereiro, o ciclo segue com a exibição de filmes sempre com um enfoque em produções ‘fora de eixo’ e que dialoguem com formatos e conceitos mais raros e até considerado exóticos em comparação à produção cinematográfica de outros países e diretores.

O Filme

Em ‘O que me resta do tempo’ o diretor fecha uma trilogia – iniciada em 1996 com Crônica de uma Desaparição – sobre o conturbado cotidiano de um povo sem território próprio. Ele resgata a saga desde o ano de 1948, data da criação do Estado de Israel, e encena momentos críticos da relação palestinos-israelenses naquela e em outras épocas, até chegar aos dias de hoje. A narrativa reforça ainda mais o aspecto pessoal de seu envolvimento com o tema que, no filme, é retratada como forma de uma pequena crônica familiar autobiográfica.

Assim como o anterior “Intervenção Divina’, o filme de 2009 é um filme em esquetes. Não há uma articulação dramática unindo uma seqüência à outra. O verdadeiro ligante das cenas é um mesmo sentimento que perpassa todas as épocas mostradas: Uma sensação de violência constante, de repetição, de falta de projetos, de uma vida absorvida na tarefa de se adaptar ao dia-a-dia de um território ocupado.

O autor Luiz Carlos Oliveira Jr. publicou uma crítica extena sobre o filme na revista Contracampo – Leia Aqui


Serviço

Ciclo Oriente Médio
‘O Que me resta do Tempo’ (2009) de Elia Suleiman
Terça-feira (19/04/2016) – às 19h30
Vila Cultural Kinoarte – Av. Prefeito Faria Lima, 1399
Entrada gratuita

Próximo filme
26/04 – “Era Uma Vez na Anatólia”, de Nuri Bilge Ceylan (Turquia)