Por Bruno Leonel

Após um final de semana bastante movimentado e repleto de apresentações marcantes – Algumas delas até históricas – A programação musical do Demo Sul recomeça nesta quinta-feira (10) em um dos palcos mais aguardados do ano. O Festival migra para o palco do Bar Valentino para uma noite dedicada à música instrumental em seus mais variados estilos. Do violão flamenco de Andrea Perrone (RS) ao stoner pesado do Macaco Bong (MS), a noite ainda passa pelo bluegrass da londrinense Greengrass Brothers, o rock progressivo recheado de jazz do Octopus Trio, também de Londrina, e pela brasilidade afro-latina do Muntchako (DF). A noite começa às 21 horas, na Casinha do Valentino. O Festival tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

Demo Sul retoma programação musical na quinta (10)
O trio londrinense de rock progressivo/jazz Octopus Trio tocará pela primeira vez no festival – Foto: Divulgação

A noite começa com um tom intimista. No palco da Casinha, a jovem instrumentista e compositora porto-alegrense Andrea Perrone abusa da criatividade em suas composições que mixam música folclórica, traços da MPB, samba, choro, blues, jazz e flamenco. A gaúcha destaca-se pelo estilo de interpretação percussivo e rico em harmonias e impressiona pelas técnicas alternativas de afinação, traduzidas pelas técnicas de execução do violão.

A jovem instrumentista e compositora Andrea Perrone abusa da criatividade em suas composições que mixam música folclórica, traços da MPB, passando pelo jazz e até Flamenco - Foto: Chris Amoretti
A jovem instrumentista e compositora Andrea Perrone abusa da criatividade em suas composições que mixam música folclórica, traços da MPB, passando pelo jazz e até Flamenco – Foto: Chris Amoretti

Na sequência, a londrinense Greengrass Brothers sobe ao palco com o seu Bluegrass, estilo musical americano que surgiu a partir das raízes da música country, do folk e das histórias do interior e que é o principal tema do quarteto. Formada em 2014, a banda guarda as melhores qualidades do estilo: instrumentos acústicos de corda como banjo, violino, violão e contrabaixo dedilhados, harmônicos e com bastante variação de acordes e temas. Os Brothers optam pelo estilo instrumental, valorizando o trabalho musical com arranjos, pontes e marcações rítmicas bem distintas, o que dá bastante frescor ao repertório ao vivo.

Na pista – Na sequência, o palco esquenta e convida para dança, agora na pista do Bar, e a londrinense Octopus Trio é quem abre os trabalhos. O trio é um dos grupos que compõe o Coletivo de Livre Improvisação Contemporânea, O CLIC, que reúne pessoas interessada no estudo, na pesquisa e na prática da improvisação em suas diferentes formas. É sediado no Departamento de Música e Teatro da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e é formado por alunos e professores da universidade, assim como membros da comunidade londrinense. Nesse caminho, a Octopus Trio faz rock progressivo instrumental com muita improvisação e influências do jazz a da música contemporânea de concerto que devem arrebatar o público londrinense com as quebras rítmicas e a psicodelia que já marcam os registros da banda.

Na sequência, o trio Muntchako desembarca de Brasília para esquentar de vez a noite do Demo Sul. Figura carimbada nos principais festivais brasileiros dos últimos anos, a mistura é exótica, tem idioma afro com um sotaque latinoamericano que tornam a banda irresistível. O trio traz para o palco ritmos universais mesclados com batidas eletrônicas, guitarradas, sintetizadores hipnóticos e um bom humor que fazem do Muntchako um trio instrumental rico, extrovertido e à disposição tanto dos corpos dançantes quanto dos ouvidos exigentes.

Por fim, a atração mais aguardada da noite, o trio Macaco Bong vem de Cuiabá (MT) para o delírio do público londrinense. Em atividade desde 2004, a banda se mantém como uma das mais importantes da música brasileira atual. Em 2008, o álbum Artista Igual Pedreiro foi eleito o melhor disco nacional do ano por várias publicações especializadas. Mas Macaco é bem mais do que Artista Igual Pedreiro. Macumba Afrocimética (2015) segue rumos diferentes dos anteriores This is rolê (2012) e do single Black Marroca (2013). Com dois baixos e um setup envenenado de efeitos, o Macaco Bong fez tremer o Cemitério de Automóveis em 2015, quando visitou Londrina pela última vez, e traz seu stoner pesado, e fino, para arrastar outra vez o público londrinense.

Os ingressos para o palco custam R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia) e estão disponíveis na Sonkey (Souza Naves, 09) e na Logic Skate Shopping (Aurora Shopping). Estas e outras informações do evento estão disponíveis em http://demosulfestival.tumblr.com/

O Festival Demo Sul 2016 é uma realização da Associação Cultural do Rock de Londrina e da Braço Direito Produções, conta com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic) e do Prêmio FUNARTE de Programação Continuada para Música Popular.