Por Bruno Leonel

 

Nesta quarta, o CineSesc e a Defensoria Pública do PR em Londrina abrem o debate sobre o racismo institucional no mês da consciência negra, a partir da exibição do premiado longa-metragem “Branco Sai, Preto Fica”, do diretor brasiliense Ardiley Queirós. O filme será exibido no SESC Cadeião Cultural, dentro da programação do projeto CineSesc, e em seguida haverá um bate-papo do público presente com membros e convidados da Defensoria Pública do PR em Londrina.

Cinema e debate - Branco Sai, Preto fica é exibido em Londrina
A narrativa do filme propõe novas possibilidades de falar do passado, levando com consideração o presente e ressignificando o próprio futuro – Foto: Divulgação

O longa narra a história de Marquin e Sartana, dois homens negros moradores da periferia de Brasília, que ficaram marcados por uma ação criminosa e racista da polícia, durante um baile de black music nos anos 1980. A narrativa do filme propõe novas possibilidades de falar do passado, levando com consideração o presente e ressignificando o próprio futuro, numa trama que mescla elementos do cinema documental, como também do ficcional.

A singularidade do filme lhe rendeu importantes prêmios da cinematografia nacional e estrangeira. O bate-papo com o público contará com a presença dos seguintes convidados:

Leandro Claudino Palmares – Compositor, cantor e líder do grupo Família IML – Inspiração, Música e Lição, lançado em 2012, sendo o seu primeiro CD, homônimo. O grupo teve início em 1999 e já realizou shows em São Paulo, Curitiba, Goiânia, Porto Alegre, Maringá e outras cidades brasileiras. Leandro apresenta o programa Planeta Hip Hop pela Rádio UEL FM e participa de vários projetos culturais nas periferias de Londrina.

José Mendes Palmares –  integrante do Movimento Negro de Londrina. Mendes tem militado nas causas raciais há diversos anos, sempre na perspectiva de valorização do negro em Londrina e do resgate da cultura afro no Paraná.

Elisabete Aparecida Arruda Silva – Defensora Pública. Formada em Direito pela PUC de São Paulo, atua como Defensora na Defensoria Pública do Paraná em Londrina, onde também exerce o cargo de Coordenadora da Sede. Elisabete trabalha na perspectiva da defesa e garantia de direitos dos adolescentes em conflito com a lei no Município de Londrina e distritos da região.


SERVIÇO
CineSesc
Branco Sai, Preto Fica – Dir. Adirley Queirós – 93min. – Brasil 2015
Classificação: 16 anos
09/11/2016 às 19h30 (o bate-papo ocorrerá após a sessão)
Investimento: gratuito, mediante retirada de ingresso a partir de 1h de antecedência.
SESC Cadeião Cultural
Rua Sergipe, 52, Centro

Maiores Informações
CineSesc/SESC Cadeião Cultural
Edvaldo Junior – (43) 3572-7715 – edvaldo.junior@sescpr.com.br