Por Bruno Leonel

Filme que deu origem à grande era dos bordões –  Em produções nacionais com a temática da violência urbana, abrindo o caminho para produções como ‘Carandiru’ e ‘Tropa de Elite’ – O multi premiado ‘Cidade de Deus’ (2002) será exibido nesta quarta-feira (23) no Cine Sesc Cadeião Cultural, a partir das 19 horas.

Dirigido por Fernando Meirelles e Kátia Lund, o longo conta a saga do crime organizado na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro – Uma favela que começou a ser construída nos anos 1960, e se tornou um dos lugares mais perigosos da região no início dos anos 80. Com uma narrativa dinâmica e uso extensivo de flashbacks, a produção narra a vida de diversos personagens e eventos que vão sendo entrelaçados no decorrer da trama. O filme é considerado um marco do cinema brasileiro contemporâneo. Não por acaso é até hoje o único filme brasileiro que obteve quatro indicações a Oscar.

cidade6
É até hoje o único filme brasileiro que obteve quatro indicações ao Oscar – Foto: Divulgação

A trama toda é retratada do  ponto de vista do narrador, Buscapé, um menino que cresceu em um ambiente muito violento, porém, encontra chances de não ser fisgado pela vida do crime através do fotojornalismo. O elenco conta com alguns artistas, que nos anos seguintes, viriam a se tornar conhecidos como Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino, Jonathan Haagensen, Matheus Nachtergaele, Douglas Silva e Seu Jorge (Mais conhecido pelo trabalho como cantor). Destaque para a frenética sequência de abertura, que expõem o cotidiano da favela do ponto de vista de uma galinha, prestes a ser morta para um almoço – Que na história precede o conflito da gangue do traficante ‘Zé Pequeno’ (Leandro Firmino) com o bando comandado por ‘Cenoura’ (Nachtergaele) – Com uma edição precisa, e uma fotografia impecável, o trecho inicial  meio que adiante o ritmo que será apresentado na quase uma hora e meia que virá a seguir.

A sessão é gratuita conta com a promoção da Defensoria Pública do Paraná em Londrina em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc). Após a sessão, haverá um bate-papo com os espectadores, permitindo assim uma troca de ideias sobre o filme.


SERVIÇO

Quando – hoje, às 19h
Onde – Cine Sesc Cadeião Cultural (R. Sergipe, 52), no centro de Londrina
Quanto – Ingressos gratuitos podem ser retirados a partir das 18h, no Cine Sesc Cadeião Cultural
Censura do filme – 16 anos